Sábado, 9 de Janeiro de 2010

Um problema do foro privado - ou quanto muito do foro interno aqui do grupo - mas que, fruto da actualidade do tema e do drama (que afecta mais de meio milhão de pessoas) aqui nesta província do Império, merece publicação.

Crying Scene de Jimmy Markum (Sean Penn) em Mystic River de Clint Eastwood, desviada por nós. Sem licença.

 

Depois das recusas, ou das não-respostas sistemáticas de corporações tão idóneas quanto a  FNAC, Continente, AKI e  El Corte Inglés, foi a vez da multinacional escandinava IKEA declinar a minha canditura para uma vaga de "colaborador" de call-center que abriram há pouco.

Aqui vai um relatório detalhado da situação.

 

Depois de navegar pelo site do IKEA, e de ter realizado um teste de compatibilidade com o espírito e a cultura da empresa (?!), que para meu espanto passei com distinção (vá-se lá saber porquê), fui encaminhado para os áridos campos de preenchimento da canditura: dados pessoais, curriculum-vitae, etc.

Para o final estava obrigatoriamente reservada a redacção de uma carta de recomendação que passo a transcrever na íntegra, tal qual, espero, a malta dos recursos humanos da firma a tenha lido: erros ortográficos e sintácticos incluídos.

 

Exmas. Senhoras e Exmos.Senhores,

Há alguns meses atrás, poucos dias após concluir a minha licenciatura em artes-visuais (Pintura), e uns dias antes de começar o meu mestrado em História da Arte Contemporânea (que actualmente frequento), decretaram-me habilitado a começar uma fulgurante carreira artística, ou de coordenador de visitas guiadas em museus de arte contemporânea. Tal destino profissional não me parece (para já) satisfatório; pois estou preparado para aceitar outros desafios, por ventura bem mais aliciantes.

A julgar pela diversidade da minha formação -a verificar por vós no meu curriculum-vitae - que vai da arte da pintura à da gravura, passando pela escultura e algum design, até à caixa de minimercado,  nada me impede que as suas características, conjuntamente com as minhas qualidades humanas inatas (sentido do colectivo e responsabilidade individual), vos possam ser utéis: mal incorpore o espírito e a cultura da vossa empresa e adquira as capacidades necessárias ao desempenho das tarefas às quais me candidato.

Com toda a disponibilidade me despeço por agora, com desejos de um ano de sucessos.

 

Cordialmente,

-------------------

Lisboa, 6 de Janeiro de 2009.

 

Um dia volvido, ainda eu julgava não ser possível já terem analisado a minha candidatura, e já na minha caixa de Hotmail fumegava a amargamente aguardada nega. Que veio assim, graciosamente, piando fininho com uma bela plumagem eufemística: inaugurada com uma bela citação e tudo (de que ainda hei-de averiguar a autoria). 

 

“É preciso um sonho para criar um conceito de negócio que tenha sucesso, é preciso pessoas para tornar os sonhos realidade”

xxxxxxxxxxxxx, obrigado por ter dado o primeiro passo ao mandar-nos o seu CV!

Desde já garantimos que guardamos toda a informação que nos proporcionou.
Se em futuros processos de selecção, for a pessoa que procuramos, não duvide que iremos contactar novamente!

Atentamente
RH IKEA Portugal

 

Portanto, camaradas, da minha parte continuamos assim: a assistir a aulas; a estudar; a escrever;  a produzir a possível arte dos impossíveis; e a fazer a mala para zarpar daqui com a bagagem teórica revolucionária cheia do que se for encontrando nos corredores estreitos das bibliotecas públicas. Desempregados.

 

Fiquemos agora, até às horas que nos apetecer - porque aqui não temos compromissos comerciais nem playlists para despachar - na companhia de Pete ("goldenoldiesPete"), interpretando o seu primeiro tema original Unemployment Blues.

 

 

 

 

engatilhado por Semeador de Favas às 15:03
link do post | deposite aqui a sua esmola | adoptar este post
esmolas:
De mescalero a 9 de Janeiro de 2010 às 23:58
eheheh, grande post.
Isto é mesmo verdade ou é terrorismo poético?
Gostava de ver a cara dos fulanos ao receberem uma carta de apresentação como esta.
De Semeador de Favas a 10 de Janeiro de 2010 às 15:26
É tudo absolutamente verídico, caro Mescalero.
Já agora, por acaso não sabes onde possa eu arranjar um trabalhinho da silva não? É que isto não tá fácil...

Parece que não estão reúnidas (pelo menos para mim) as condições para aplicar a velha, mas ainda muito viva, e preciosa máxima: Ne Travaillez Jamais. Não fui eu contudo que a abandonei, foram as massas trabalhadoras e as suas estratégias semi-sonâmbulas. Aguardo que despertem.
De mescalero a 10 de Janeiro de 2010 às 15:51
semeador, pelos vistos a taxa de desemprego está no seu ponto mais alto desde que há registos, ouvi ontem na rádio.
É a pior altura para a procura.
Neste momento estou a trabalhar, embora precário, e as minhas relações com as entidades patronais são de alguma distância por prudência e sanidade.
De Semeador de Favas a 10 de Janeiro de 2010 às 21:36
É verdade o que dizes. E ainda acresce que os números dizem apenas dos desempregados oficiais, isto é, inscritos nos centros de emprego. Imagina tú o que para aí não vai...Quanto às "identidades patronais" folgo em ouvir do teu distanciamento (chamemos-lhe) táctico eheheh, não esperava, de resto, outra coisa. Já quanto às fileiras do precariado, que engordam ano após ano...um dia rebenta, ái rebenta rebenta.
Abç

Comentar post

.Nós

.Memorabilia

. Junho 2013

. Maio 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

.Engrenagens

.Poltergeist

. Sentimento Objectivo de E...

. O Silêncio dos Inocentes

. C'era una volta il Italia...

. Troika Punks Fuck Off / R...

. Let's twist again (like w...

. Vamoláver sagente sentend...

. Solidariedade (Palavra à ...

. “fo(le)go” .T...

. O “bicho-troika” demonst...

. De como se auto-decapitar...

.Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.pesquisar nesta espelunca

 

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds