Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2010

Fluctuat nec mergitur? Notas à margem da conferência "Novo mundo, Novo capitalismo".

 

O primeiro-ministro da República Portuguesa foi à "cidade luz" como convidado de honra de um simpósio internacional. A honra consistiu em ajudar ao lançamento/despejo de algum lixo ideológico - sobre as cabeças dos que sustentam na espinha as crises cíclicas do capitalismo - e sair sorrindo com o sentido de um dever bem parido.

No Jornal de Negócios vêm resumidos em traço grosso -o marcador fluorescente é nosso - os três tópicos ("três lições") do ilustre mestre-conferencista português:  

 

O primeiro-ministro português enumerou o que considera serem as três lições mais importantes que se podem retirar da actual crise, sendo que a primeira conclusão é que os Governos e instituições “souberam responder bem e de forma rápida”.

A segunda conclusão aponta para o “papel insubstituível do Estado” na resposta à crise, que mostrou a importância “do bom e velho Estado” nas políticas de apoio à economia.
Muitos “olharam para o Estado à espera de uma resposta” e novo capitalismo “tem que contar com a presença do Estado”, considerou o primeiro-ministro português.

A terceira lição está relacionada com a necessidade de resistir à ideia de que “o pior já passou” e não tomar medidas. “é preciso insistir numa politica reformista para evitar e reduzir os riscos do passado”, disse Sócrates, apelando à necessidade de criar uma nova “ordem económica, ao serviço do que nos faz andar para a frente todos os dias”.

 

Ora estas três teses, três lições, não são senão as conclusões lógicas e imperativas dos enfermeiros do capitalismo. Devem, para já, ser subvertidas e reutilizadas por aqueles que pensam ter algum interesse em que o lema da cidade que recebeu tão malfazeja conferência não se ajuste para sempre ao modelo económico que os seus promotores consideram insuperável, com maiores ou menores doses de estatolatria.

 

1) Os governos souberam salvar os bancos, e resguardar os interesses da classe dominante, bem e de forma rápida, ao mesmo tempo que deixaram arder os postos de trabalho, e o "nível de vida", de milhões de pessoas. Fantástico trabalho do "bom e velho estado"!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

 

2)O "papel insubstituível do estado" como ferramenta de manutenção do statu quo;  na defesa (com recurso à violência sempre que for necessário) da propriedade privada e dos interesses dos patrões. Sócrates admite, portanto, que o Estado é insubstituível para a manutenção da ordem social vigente. Sócrates andou a ler Engels, e faz bem em recordar a inevitabilidade da luta de classes.

 

3) A necessidade de resistir à ideia de que o pior já passou, porque o capitalismo ainda aqui está. 

 

Ao contrário de Paris, o Capitalismo - quando as ondas que o sacudem forem suficientemente fortes, isto é, quando vier o grande tsunami social, que não será uma gigantesca onda que  varrerá tudo de uma vez, mas sucessivas vagas de pequenas, médias e grandes insurreições -Afundará.

engatilhado por Semeador de Favas às 02:29
link do post | deposite aqui a sua esmola | adoptar este post
|

.Nós

.Memorabilia

. Junho 2013

. Maio 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

.Engrenagens

.Poltergeist

. Sentimento Objectivo de E...

. O Silêncio dos Inocentes

. C'era una volta il Italia...

. Troika Punks Fuck Off / R...

. Let's twist again (like w...

. Vamoláver sagente sentend...

. Solidariedade (Palavra à ...

. “fo(le)go” .T...

. O “bicho-troika” demonst...

. De como se auto-decapitar...

.Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.pesquisar nesta espelunca

 

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds